PUBLICIDADE

Sesi Birigui vence competição nacional após criação de filtro que mata covid-19


Encontrar soluções para diminuir os impactos causados pelo coronavírus. Esse foi o objetivo do Desafio SESI de Robótica Covid-19, competição nacional organizada recentemente pelo Serviço Social da Indústria (Sesi).


Com a participação de 2 mil estudantes (de 9 a 18 anos), a competição reuniu 367 equipes de várias cidades do Brasil. A Equipe Big Bang, do Sesi Birigui, conquistou a primeira colocação. O Desafio reuniu escolas públicas, particulares e equipes de garagem.


Os alunos de Birigui criaram o FREETOILET, um filtro sanitizante para o vaso sanitário que rompe a camada lipídica do vírus e elimina 99,99% da Covid-19 em menos de 1 minuto.


Em função da pandemia do coronavírus, as apresentações foram gravadas e enviadas aos jurados. Os finalistas participaram de uma sabatina on-line, que contou com 14 perguntas técnicas.


O FREETOILET, da Equipe Big Bang, conseguiu um Laudo Virucida emitido pelo Instituto de Biologia da UNICAMP. Os detalhes da criação da pastilha estão disponíveis no site da equipe [sesibigbang1.wixsite.com/freetoilet].


“O Desafio fez com que os alunos usassem a criatividade e a robótica para enfrentar e minimizar os impactos da Covid-19. Em nossas pesquisas vimos que o banheiro é um ambiente altamente contaminante e que o simples ato de dar descarga pode espalhar as partículas da Covid-19”, explicou o professor Valter Moreno Carvalhal Junior, técnico da Big Bang.


Segundo ele, as partículas da Covid-19 estão presentes nas fezes ou urina de pessoas infectadas em forma de um aerossol, ficando suspensas no ar por até 2 horas ou se alojando em superfícies, onde podem sobreviver por dias.


“Para resolver o problema, a equipe de Birigui criou o filtro, que é colocado no vaso sanitário, sendo ativado de maneira automática com a passagem da água da descarga. Ele foi desenvolvido com materiais duráveis e sustentáveis”, falou o técnico da equipe.


A criação do filtro também conta com um diferencial: na lateral existe um sistema inovador com silicone flexível, com abertura para inserir facilmente a pastilha, não deixando escapar e permitindo a troca da pastilha sem tocar no vaso.

O técnico do SESI Birigui inda destacou que a pastilha conta com dois materiais inovadores no combate a Covid-19: o digliconato de clorexidina e o extrato do gengibre, que inativam o vírus.


“Quando a água é acionada pela válvula de descarga, passa pela pastilha e o produto liberado acaba com o vírus presente nas vezes e urina da pessoa contaminada. Os dejetos são tratados e lançados na rede de esgoto sem as partículas do vírus”, completou Valter Moreno.


CONHEÇA

Segue, abaixo, os nomes dos alunos e profissionais do SESI Birigui envolvidos na conquista:

Diretor do Centro de Atividades – Ataliba Mendonça Junior; Gerente Administrativo e Financeiro: Elaine Cristina Seba; Diretora Escolar – Silvia Cristina Dias; Coordenadoras pedagógicas: Luzilene Zucolotto Escardovelli e Kenya da Silva Bueno e Silva; Técnico: Valter Moreno Carvalhal Junior.


Estudantes:

Beatriz Garrocini Torres (1º E.M.); Bianca Gajardoni Bearare (1º E.M.); Camila Andrade Silva (1º E.M.); Enzo Araujo Soares (9º Ano); Maria Eduarda dos Santos Izá (2º E.M.); Marina Sversut Bócca (1º E.M.); Murilo Henrique Zucolotto Escardovelli (2º E.M.); Sthefany Thaynara Moroni (9º Ano).

REDES SOCIAIS

Mantaro Branco.png

CATEGORIAS

SIGA-NOS

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 Mantaro - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo sem autorização.